Em jogo de dois tempos distintos, se classificou o favorito

O Grêmio se classificou, mas o futebol apresentado pelo time de Florianópolis na noite de hoje merece ser destacado.
Mesmo jogando com nosso time muito desfalcado, tivemos um primeiro tempo que só não foi impecável, porque só marcamos um gol. O volume de jogo do time avaiano foi imensamente superior ao time gaúcho, com direito a muitos gols perdidos.
No segundo tempo, o Grêmio assumiu as ações de jogo e logo empatou a partida. Mas o Avaí não se entregou e voltou a equilibrar, colocando 2x1 no placar e lutando pelo terceiro gol, que daria direito à decisão por pênaltis.
Mas em uma bola parada, daqueles pombos sem asa que acontecem somente uma vez na vida de um cobrador de falta, o Grêmio empatou novamente o jogo em uma bela cobrança de falta de Fábio Rochemback. Dessa forma, o Avaí precisaria fazer mais três gols para se classificar. Mesmo sendo uma missão praticamente impossível, os jogadores avaianos não desistiram e no finalzinho, ainda fizemos nosso terceiro gol. Mas os 3x2 não foram suficientes para o Avaí se classificar para a próxima fase.
Poisé... o pecado do Avaí, como havíamos alertado aqui, foi ter permitido o Grêmio fazer os seus gols fora de casa.
De qualquer forma, o Avaí saiu de campo de cabeça erguida, com a sua torcida cantando e aplaudindo os jogadores em campo.
Valeu Avaí! Agora é focar na final do estadual!

3 comentários:

Eduardo disse...

poww... avaí jogou muito... não há como dizer que não pow...

teve jogador que se superou e jogador que "PELO AMOR DE DEUS"... mas o time deitou e rolou!!

numa partida de 4 tempos o avaí levou melhor 3... mas nossos "goleadores" estão todos na fisioterapia....

MUITO BOM LEÃO

Eduardo disse...

SÓ ACHEI ERRADO A TORCIDA CHINGAR O SILAS...

apesar da cagada que ele fez, ele foi um dos contrutores do avaí série A....

Fábio Fejaum disse...

Eduardo, também não gostei do xingamento.
Por mais que ele tenha se equivacado em algumas declarações, não podemos esquecer de tudo que ele fez para o avaí.

Acho que a indeferença seria melhor: ao invés de gritar "Ei, Silas, vai tomate crú", deveríamos ter gritado CHAMUSCA. Apenas isso.

Abraços!

Postar um comentário