Como usar o 4-5-1 amanhã, sem Márcio Diogo? Por Thiago Roberto da Costa


O técnico Hemerson Maria tem um quebra cabeças para resolver amanhã.
Seu esquema que vem dando resultado, e que por várias vezes foi indicado aqui no blog precisará de um pouco de ousadia para o jogo de amanhã diante do Ceará, na Ressacada.
Após a lesão de Márcio Diogo na última vitória do Leão, jogador que deve desfalcar nosso time por uns 15 dias, se criou uma dúvida com relação a nosso ataque.
Temos duas opções diretas de atacantes: Tauã e Beto.
Minha opinião?
Tauã ainda tem que ser bastante trabalhado, situação não muito diferente de Beto. Nossos atacantes reservas ainda não estão à altura do restante do grupo, e das duas uma:
1º Treinamos forte esses dois jogadores e tentamos tirar leite de pedra.
2º Contratamos mais um atacante de ofício para poder dar suporte nessas situações.
A entrada desses jogadores seria uma opção direta, mas por achar que ainda não estão com "o pé alinhado", ainda tentaria uma terceira opção.
Com o retorno de Eduardo Costa, improvisaria Diego Jardel na frente. Como comentei nesta postagem AQUI, ele apresentou no último jogo, características do saudoso Roberto. Tem velocidade, capacidade ampla de criação e acredito que tem mais qualidade de finalização que Beto e Tauã.
Uma coisa é fato. Com a sequência de jogos que o Leão vem fazendo, não podemos é desperdiçar os 3 pontos amanhã para manter essa boa fase. E aí? qual sua opinião sobre o nosso ataque para amanhã???

4 comentários:

Anônimo disse...

Amigo, com toda a educação do mundo, eu leio vários blogs avaianos por aí, mas nenhum tem gente que entende tão pouco de futebol escrevendo como Vc (climaco) e especialmente o tal do Feijão.
Esse Feijão vivia cuspindo no Marquinhos Santos, queria botar ele no banco e etc.
Agora, vc vem falar que o Diego Jardel lembra o Roberto e que deveria ser nosso atacante amanhã.
São apenas dois exemplos, faziam mais de 12 meses que não passava por aqui, eu parei de ler esse blog. Recentemente voltei a visualizar, mas hoje resolvi postar pra dar adeus novamente...vcs não entendem de futebol e não tem respeito pelo maior ídolo da história do seu próprio clube. Perda de tempo!

Fábio Feijão disse...

Anônimo "corajoso" que precisa se esconder atrás do anonimato ao invés de mostrar a cara,

Tenho uma solução para o seu problema: exclua o DeVirada dos seus favoritos!

Abraço!

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago R. da Costa disse...

Boa tarde, amigo "anônimo". Antes de mais nada, a postagem não foi feita pelo Climaco, e sim por mim. Mas como percebo que lês o que lhe é conveniente para gerar críticas e publicá-las se "expondo no anonimato", quero lhe agradecer por ter levantado a bola. Críticas são sempre bem vindas, eu particularmente, as adoro!
Vamos lá:
Primeiro de tudo, como já mencionei, lês o que te é conveniente, não disse que o Diego Jardel lembra o Roberto, e sim que apresentou características "à la Roberto", avançando com segurança rumo a defesa adversária. Se assististes ao jogo contra o ASA, na última terça-feira, te recordarás que Jardel fez excelentes investidas subindo em velocidade. Quanto a não entendermos de futebol, peço que dê sua opinião sobre o assunto levantado e nos ensine um pouco. Agora quanto ao respeito pelo maior ídolo da história do próprio clube, não concordo contigo. Primeiramente que, DA HISTÓRIA, na minha humilde opinião, temos ainda Adilson Heleno, e segundo que Marquinhos tem todo nosso respeito, tanto que nosso querido amigo Climaco, providenciou uma homenagem a ele pelo seu gol antológico em cima de nosso principal rival. Marquinhos é sim UM DOS MAIORES ÍDOLOS, e tem cadeira cativa no coração do torcedor avaiano! Fique à vontade para vir dar o seu "adeus" quando quiser! Obrigado pelas críticas, não deixe de participar.

Um abraço!

Postar um comentário