Empate com gosto de derrota

E o fim de tarde para a nação Avaiana terminou nublado. Um jogo disputado do começo ao fim, com os dois times jogando abertos, sendo o JEC melhor no primeiro tempo, e o Avaí melhor no segundo. Uma pena nosso treinador não conseguir ver entre as linhas do campo, e tentar sempre fazer o inesperado. No clássico contra o tricolor do Estreito já foi assim, e hoje mais uma vez errou e jogou o Título do turno, e tomara que eu esteja errado, o título do campeonato fora.
Caio no lugar de Davi? Me desculpe, mas faz tempo que o Caio não vem jogando. Porque não Roberto, ou outro jogador com maior preparo físico. Foi vísivel a falta de rítmo do jogador Avaiano, que nos primeiros 20 minutos de partida errou 6 passes seguidos.
Fomos também covardes, pois após marcamos o gol no começo do segundo tempo, teriamos que no mínimo jogar no contra-ataque, o que não ocorreu. O que me deixou mais frustado e triste, foi sim, tomar um gol nos acréscimos, como time pequeno!
Se temos um elenco de série A, um treinador que recebe com nível de série A, porque não jogamos como time de série A? Essa é a hora de rever todos os prós e contras e visar o que é importante para o Avaí. Quarta começa a Copa do Brasil, e se Chamusca continuar com esse chove não molha, não leva nem o Catarinense e muito menos a Copa do Brasil.

7 comentários:

Anônimo disse...

Não entenderam ainda, é muito dificil de explicar ou é ncessário desenhar que o técnico Chamusca-carta-branca é apenas um testa-de-ferro que queria mas não podia iniciar o jogo com Medina. Trouxas de quem paga uma fortuna para assistir uma farsa de um time ruim e técnico-fantoche.

Isso vai mudar quando o Sr. Moisés Cândido, um dos poucos conhecedores da agremição, se revoltar como em 2009.

Alberto disse...

Olha... vale lembrar que o juiz teve sua colaboração. Agora, o maior culpado disso tudo mesmo foram os jogadores do AVAI. O que o caio fez ? entrou pra fazer oq ? Na jogada do gol do Joinville falhou ele e o lateral. Convenhamos que o time poderia ser outro se realmente tivessem colocado o Roberto e o Medina no começo do 2º tempo. Lamentável, o duro é escutar os cornetas da 2ª divisão, a final em que colocação os Barbigueinses ficaram mesmo? 6º ? ui, atrás de A. de Ibirama, Metropolitano ... afff assim ano que vem estão na C do brasileiro.

Anderson disse...

Alberto,

Concordo plenamente com seus comentários. Acho que o chamusca errou sim. Já com relação a arbitragem, prefiro não comentar. Porque amador nisso tudo foi o clube do Avaí, que permitiu que um arbitro que apitou uma semi-final, favorecendo o adversário um jogo passado, apitasse a final!

Abraços

Macson disse...

Concordo como tudo que vc falou Anderson. Acho que o principal motivo da contratação de Chamusca foi a intenção dotítulo da Copa do brasil, já que ele a ganhou com o Sto André. Nosso time é muito superior em qualidade técnica que o do ano passado, mas tem que saber fazer com que essa qualidade apareça, e acho que não é este técnico que vai fazer. Só torço pra ele não fazer conosco o que fez com Sport. Na verdade, torço pra v}e-lo fora do Avaí.

Anderson disse...

Macson,

Espero também qe o chamusca ou consiga ter o grupo na mão ou que saia. Do jeito que está ão pode ficar. Não vai ser culpando a arbitragem que ele vai se redimir dos erros da final do primeiro turno.

Abraços

Eduardo disse...

sabor de derrota, jamais!!

Me conforta saber que o JEC teve seu título apenas devido ao regulamento, e não ao seu futebol!!

Porém concordo com alguns comentários, onde a arbitragem errou MAIS UM VEZ contra nosso time!! o que cooperou para nossa "não vitória".

Penso que nosso técnico não teve grandes influências na formação de nosso time, um técnico que não comanda o time, não tem time formado? não conheçe seus jogadores? que isso oowwww?!?! Mais uma vez ele teve medo de mudar, e ao mudar errou mais uma vez, só que desta vez nos custou o título!!!

que ele pare pra pensar, ou que indique alguém para seu lugar!!

Anônimo disse...

"É verdade. Vacilamos no finalzinho, mas futebol é assim mesmo. Agora é levantar a cabeça, conversar com o professor, trabalhar muito e se preocupar para a próxima quarta-feira, onde temos uma partida muito díficil com o Ypiranga fora de casa"

Postar um comentário