Em jogão de bola no interior do estado, vence o melhor!

Foi um jogão de bola a final do turno do catarinense. Infelizmente não foi como a torcida avaiana gostaria que terminasse, mas na minha opinião venceu o melhor nos 90 minutos.
Ambos os times jogaram com muita vontade e disposição do início ao fim. Venceu, porque o empate teve mais do que um gosto de vitória, já que este resultado era favorável ao time do interior.
A grata surpresa do Avaí foi o jogador Davi que comandou com muita qualidade o meio de campo, fazendo a sua melhor apresentação com a camisa do leão até o momento, além de uma bela apresentação do jogador Rodrigo Thiesen, que fez bonitas jogadas e o xerifão da zaga, Emerson, sempre preciso nas suas coberturas.
A arbitragem teve dois tempos distintos: no primeiro tempo, usou o critério de deixar o jogo correr, inclusive, não marcando um penalti contra o leão, que, segundo o critério utilizado, realmente não foi penalti. Já no segundo tempo, ele marcou todas as jogadas (a maioria, à favor do JEC, mas tudo bem...), porém, infelizmente não marcou um penalti claro em cima de Medina.
De qualquer forma, 1x1 foi o resultado mais justo pelo que os dois times mostraram no jogo de hoje.
Agora é pensar no segundo turno. O time avaiano está evoluindo a cada jogo, está crescendo na hora certa e se continuar nesse ritmo, chegaremos tinindo na final do campeonato!

16 comentários:

jamirafurlani disse...

Não achei que o Joinville foi o melhor...

Macson disse...

Desculpa mas Davi comandou o meio campo? Cara ele não armou, deixava mais leto meio campo sem contar que errouclguns chutes. No mais tu ta certo

Anônimo disse...

jamira vc assistiu o jogo? só deu joinville no ataque! avaí fez gol e foi defender igual time pequeno! dando chutão pra frente!

jamirafurlani disse...

Anonimo... ou você assina ou eu não te respondo.

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Que jogo vocês viram? Eu assisti a um time de azul e branco em campo jogando bola e outro desesperado, sem esquema, partindo como doido pro ataque. E o time de azul e branco foi roubado. Alô, dotô, conseguiram dar um canequinho pro JEC. Agora diviram como governandor e o Zé Acácio.

Carlos disse...

Assim não dá... Time de Série A com pensamento de Time de Série B. Este time não serve para o Campeonato Brasileiro. O time é fraco e o ataque dá sono de ver jogar.

Com este time não ganha o Estadual e se ganhar não engana ninguém, é muito fraco.

Outra, até quando o Avaí vai ficar nas esquivas e não vai vetar o nomes destes árbitros que só o prejudicam? O Célio Amorim já sacaneou com o time do Estreito e Atlético de Ibirama, agora este cara chamado Jose Acacio da Rocha.

Tá na hora de o Avaí se impor, se a Parceiria está mandando, tá na hora de dar um basta.

E cá para nós, esta RBS TV deu até nojo, este Giovane Martinello não foi nada imparcial, dá de vê porque quando veio de Chapecó para Floripa foi torcer pelo o time do Estreito.

Fábio Fejaum disse...

Jamira, respeito tua opinião, mas acho que o JEC mostrou mais competência. Infelizmente a regra (que eu acho absurda!) do nosso campeonato dá a vantagem do empate pro time melhor qualificado na final, mas é a regra.
Neste jogo, achei que os times de equivaleram, porém, o 1x1 favoreceu o mandante, o que foi "melhor" durante todo o campeonato.

Mas bola pra frente! Sinto o Avaí evoluir na hora certa! Segundo turno promete! =)

Fábio Fejaum disse...

Macson,

No jogo que eu vi, Davi jogou muito (principalmente o primeiro tempo). O cara dificilmente errava um passe e fez belos lancamentos e jogadas perigosas.
Espero que continue assim no decorrer do campeonato!

Abracos!

Fábio Fejaum disse...

Alexandre,

Eu sinceramente não acho que a arbitragem tenha sido crucial para esse 1x1. Já assisti outros jogos onde o má atuação do juiz foi crucial para o resultado, mas nesse eu não achei.

Se faltou algo, acho que foi malandragem pro Avaí segurar o resultado no final do jogo, dando chutão pra cima, cavando e fazendo faltas, etc.

Abraços!

Fábio Fejaum disse...

Carlos,

o primeiro turno do ano passado também não foi dos mais agradáveis para o leão da ilha, mas depois, tanto no returno como no brasileirão, todos viram como foi.

Eu ainda acredito no trabalho da diretoria, principalmente na figura do Luis Alberto da LA Sports.

Abraços!

jamirafurlani disse...

Po Fejaum.

No segundo tempo o Avaí foi bem melhor... e o penalti do Medina???? affffffffffff

Kk de Paula disse...

Avaí foi melhor, soube enfrentar o JEC na arena, mas não vencemos porque Chamusca não sabe ver o jogo, o cara é tapado.

Fábio Fejaum disse...

Jamira,

também acho que o penalti em cima do Medina deveria ter sido marcado, mas também, a torcida do JEC teria razão em reclamar do penalti não marcado no primeiro tempo. Acabou sendo "elas por elas".

Beijos!

Fábio Fejaum disse...

Kátia,

Concordo em partes com você. Embora eu acho que o Chamusca não tenha sido fundamental nessa fatalidade (fatalidade porque tomamos o gol fantando 2 segundos pra terminar o jogo), ele poderia ter dado uma segurada no jogo, quem sabe não colocando o Medina dessa vez e colocando alguém que pudesse ajudar mais na marcação.
Sei lá. Infelizmente o "se" não joga, aí fica difícil nós dizermos o que poderia ter sido feito e "se" aquilo tivesse sido feito daria certo ou não.
Paciência. Ainda confio no Avaí pro returno... =)

Beijos!

Fábio Fejaum disse...

Kátia,

Concordo em partes com você. Embora eu acho que o Chamusca não tenha sido fundamental nessa fatalidade (fatalidade porque tomamos o gol fantando 2 segundos pra terminar o jogo), ele poderia ter dado uma segurada no jogo, quem sabe não colocando o Medina dessa vez e colocando alguém que pudesse ajudar mais na marcação.
Sei lá. Infelizmente o "se" não joga, aí fica difícil nós dizermos o que poderia ter sido feito e "se" aquilo tivesse sido feito daria certo ou não.
Paciência. Ainda confio no Avaí pro returno... =)

Beijos!

Anônimo disse...

Acho que os jogadores do Avaí foram inoscentes.
Aquela altura do jogo a bola não poderia mais rolar ou ficar de posse dos jogadores adversários.
Quem teria que correr atras do placar era o Joinville. Bastava ao Avai manter a posse de bola no ataque.
Teve várias chances de matar o jogo e não aproveitaram.
O técnico fez a subistituição correta.
O Caio é que foi uma grande decepção. Sendo ele um jogador de série A, entrou desligado no jogo, perdeu bolas fáceis e bateu cabeça bisonhamente na jogada que resultou no empate do JEC. Parecia ser um peladeiro.
Todos nós sabemos que ele foi muito útil na serie A, o ano passado, e é um bom jogador; porém credito mais a ele do que ao técnico o azar de tomar um gol naquele momento.

João Élcio

Postar um comentário