Caiu a casa

O programa de TV “Panorama”, da BBC de Londres, afirmou ontem à noite que a Fifa está impedindo a divulgação de um documento que revela a identidade de dois dirigentes da Fifa que foram forçados a devolver dinheiro de propinas em um acordo para encerrar uma investigação criminal na Suíça no ano passado.

Um desses dirigentes é Ricardo Teixeira, do Comitê Executivo da Fifa, presidente da CBF e do Comitê Organizador da Copa do Mundo no Brasil.

O acordo encerrou uma investigação sobre propinas na casa dos 100 milhões de dólares pagas a altos dirigentes da Fifa na década de 1990 por uma empresa de marketing esportivo, a falida ISL.

Além de Ricardo Teixeira, a investigação do Panorama cita o ex-presidente da Fifa João Havelange.

Só Teixeira, segundo o programa da BBC, recebeu 9 milhões e meio de dólares.

Tanto ele quanto Havelange se recusaram a responder as perguntas do programa.

Como Teixeira viaja hoje para Suíça é possível que lá ele se manifeste depois de conversar com Joseph Blatter, que tenta evitar a divulgação dos detalhes do caso, como já determinou um juiz da cidade suíça de Zug, para não ver atrapalhado o seu plano de reeleição na presidência da Fifa na semana que vem.

OBS DO BLOG: BRASIL, mostra a tua cara!

Fonte: Juca Kfouri para o Jornal da CBN desta terça-feira, 24 de maio de 2011.


1 comentários:

Kk de Paula disse...

https://www.facebook.com/pages/FORA-RICARDO-TEIXEIRA/141690619181771

Postar um comentário