Será que você tem perfil de Corneteiro?

Na Ressacada hoje a moda é ser Corneteiro. É amigo, Corneteiro. Na gíria futebolística o corneteiro é definido mais ou menos desta maneira: é aquele torcedor que nunca está satisfeito com o time. A equipe pode ter o melhor elenco do campeonato, estar em primeiro lugar e invicto, ter a melhor campanha dentre todas as equipes do campeonato e ir bem na Copa do Brasil que o cidadão nunca está satisfeito.


Geralmente o Corneteiro não dá nem tempo para equipe aquecer. Errou o primeiro chute e as vaias dão inicio ao espetáculo que com certeza irão até o final do jogo. Não está satisfeito nem quando a equipe goleia. Para ele há sempre um resultado melhor do que aquele conquistado pela sua equipe e por mais que vença o time está sempre errado.

O treinador se não vai de acordo com o seu pensamento sofre. A sua linha de raciocino está sempre a frente de todos. Discussão sadia não existe. O Conceito já está formado há anos e por mais que os fatos mostrem o contrário ele nunca dá o braço a torcer.

É caro leitor, esse é o perfil do torcedor Avaiano hoje. Chato, pragmático e achando que o time é o Real Madrid do Carianos. Me arrisco até falar que isto é herança dos nossos co-irmãos do Estreito. Uma herança maldita que só tem a piorar.

Se você se enquadra neste perfil, abre o olho que ainda dá tempo de estar junto com o Avaí e ajudar nas conquistas futuras. O exemplo é visível. Tem Corneteiro no Estreito chorando até hoje, e relembrando o passado glorioso. Mas quem vive de passado é museu, e o Avaí Futebol Clube é o presente!


Acorda Corneteiro!


Texto: Anderson Climaco

6 comentários:

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Aliás, a fauna de corneteiros na Ressacada tem aumentado bastante. E agora mesmo, com as bobagens da diretoria, o troço cresceu. Dá até para fazer um estudo sócio-cultural-escatológico-futebolístico, pois há dois tipos de corneteiros: um é o corneteiro má vontade e o outro é o corneteiro má-fé.

O corneteiro má vontade é aquele que segue os outros, ouve o "raidinho" sintonizado na CBN e ainda concorda com o Miguel, inclusive balançando a cabeça. Não quer elogiar o time, pois isso o expulsaria da turma. Na verdade é um coitado.

Já o corneteiro má-fé é mais perigoso. Esse não é coitado, é ardiloso e interesseiro. Ele profere até alguns elogios, tem blog, emite palpites pensando que é entendedor de futebol, arregimenta uma legião de seguidores, conduz os debates de acordo com seu humor e detona todas as coisas do clube e do time. Nada presta, embora não declare isso abertamente.

Anônimo disse...

Muito bom!

Espero que vários corneteiros que lerem este post entendam a mensagem.

Anderson disse...

Alexandre,

Hoje em dia não é fácil separar o joio do trigo, e é por isso que os corneteiros não param de crescer. Usam de tudo para apecer e estarem presentes no Avaí mesmo criticando o clube o tempo todo! Isso faz parte do futebol e da sua rotinaaa...

abraços

Fábio Fejaum disse...

Alexandre,

Acrescentando a minha opinião à este excelente post do Anderson e ao seu excelente comentário, também lembro de um outro tipo de corneteiro que hoje já não é tão raro quanto outrora: aquele que quando o seu interesse, que antes não era satisfeito, começa a ser satisfeito da noite para o dia, vai de encontro com tudo que pregava no passado, assim como num "passe de mágica". É o famoso corneteiro hipócrita.
Também tem o corneteiro que se esconde atrás de um computador, tem o corneteiro que só corneta dentro da Ressacada, o que só corneta fora da Ressacada... Ih rapaz, mas tem mais corneteiro do que eu pensava! Hehe!

Abraços!

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Fejaum, esse corneteiro hipócrita também pode ser definido como o corneteiro Mãe Diná. Ele torce para que as coisas dêem errado, de acordo com a sua cornetagem, só para dizer: "eu não disse?"

Ah, e tem um que é especial: o corneteiro EJA (ejaculação precoce). Ele nunca espera as coisas acontecer e já vão cornetando.
Como eu falei, a fauna é imensa.
hehe

Fábio Fejaum disse...

Hahahaha, boa boa!
Tava falando ainda com o Anderson: se o cara ficar num boteco com uma cervejinha e uns petiscos, acha mais uns 20 tipos de corneteiro fácil-fácil. Hehehe.
Floripa é a ilha que tem de tudo. Deve ter até corneteiro-bernunça e corneteiro-boi-tatá. =)

Postar um comentário